AFLUÊNCIAS

Música brasileira para violino e violoncelo
Villa-Lobos, Dierson Torres, Liduino Pitombeira, Adriano Coelho, Paula Bujes & Pedro Huff.

Paula Bujes - Violino
Pedro Huff - Violoncelo

LanÇamento Nacional:
15 de Setembro 2017


DRAMA003

BAIXE O ENCARTE AQUI


* compras disponíveis a partir de 15 de Setembro

Pode a música erudita ser eletrizante?

Mas que música é essa mesmo, que acabei de chamar de “erudita”?
Deixa então_eu_ reformular a pergunta (com um pouco de humor, mas não só). Estou falando de uma forma de música que teve sua origem distante nos mosteiros da Idade Média... Música cujos maiores ícone morreram faz mais de duzentos anos (mas continuarão, dizem alguns, eternamente a ser seus maiores ícones)...Música que até_pouco tempo exigia de intérpretes e púlico, nas apresentaçõs, roupas especiais (de preferência pretas), comportamento discreto e, sobretudo, imobilidade da cintura para baixo (com única exceção para os pés de pianistas no exercício de atividades legítimas... E onde às vezes ainda se vê cara feia se algum recém-chegado ousa aplaudir, assobiar ou uivar nos momentos de silêncio parecidos com finais de músicas, mas que o tal recém-chegado logo aprende não_serem finais, e sim –santa ignorância!, pausas de silêncio sepulcral para meditaçoã_profunda. (Nestes momentos de suspense, acessos incontroláveis de tosse são_os únicos sinais de vida tolerados).
Então, repito a pergunta: dá para acreditar que músicas assim concebidas possam vir a merecer um adjetivo como “eletrizante”? 
O problema da pergunta, é claro, são os pressupostos. Se você quer ir além deles, para começar, escute este CD –e se não puder ir a uma das apresentações de lançamento, assista pelo menos os vídeos no YouTube!
Paula Bujes e Pedro Huff, instrumentistas brasileiros formados na tradição da tal “música erudita” vêem demostrando em suas atividades preciosa capacidade de subverter estereótipos. Nascidos no Rio Grande do Sul, fizeram faculdade no Brasil e se aperfeiçoaram nos Estados Unidos, de onde voltaram com mestrado e doutorado em seus instrumentos. Professores do Departamento de Música da UFPE em Recife, integraram-se instantaneamente à vida cultural da cidade, cuja riqueza repleta de armoriais, rabecas, mangues  e frevos, se manifesta com vigor nos trabalhos dos dois, e neste CD A criatividade, a surpresa e a energia que saem como faíscas de suas interpretações espalham música pra quem quiser ouvir. E dão orgulho aos que, como Paula e Pedro, ensinam, aprendem, pesquisam e fazem música nas universidades brasileiras.

CARLOS SANDRONI

 

Copyright © 2016 Drama Arts Limited